Artigo

SE TODOS FOSSEM LÍDERES QUEM SERIA FUNCIONÁRIO?

Nos dias de hoje essa pergunta é perigosa, e possui várias possibilidades de interpretação.

Vejamos TRÊS opções:

  1. Defensiva: soa quase como uma justificativa para a pessoa aceitar onde se encontra e não carregar em si uma responsabilidade tão grande em “subir de cargo”.

  2. Ofensiva: coloca o cargo de líder como superior ao de funcionário em todos os níveis. Sendo assim está discriminando todas as pessoas que independente da função obedecem a um superior em SEUS respectivos empregos.

  3. Reflexiva: independente do cargo, com tantas frases de auto ajuda te dizendo por aí que se VOCÊ buscar com muito esforço vai conseguir aquilo que almeja, a essa altura do campeonato não teríamos tantos desempregados no nosso País.

Defensiva/ Ofensiva / Reflexiva: D/O/R 

Independente da sua DOR,

Será que é tão difícil assim MUDAR um pouquinho as vezes para ver se melhora?

Que tanto problema de AUTOESTIMA uma pessoa pode ter a ponto de sentir-se ofendida por ter que limpar uma mesa quando for necessário?

Em nível pessoal, na sua ESSÊNCIA, ser líder da própria vida, conquistar independência é fundamental. Mas como um cargo profissional? Sério?

O que vale mais: sua FELICIDADE ou o Status Social?

Independente do seu cargo, a vida é cheia de variáveis. E não se deixe levar pelas expectativas dos outros. A DOR que VOCÊ carrega é do tamanho da SABEDORIA que te falta.

Veja mais sobre trabalho em equipe no video a seguir:

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Veja mais em www.adrianosimoes.com.br

Adriano Simoes – Palestrante Comportamental Especialista em Gestão de Equipes